Thursday, April 29, 2010

A Obesidade em Crianças e Adolescentes

A obesidade é uma das condições médicas mais fáceis de reconhecer, mas cujo tratamento é muito difícil. As crianças com sobrepeso tendem a se converter em adultos com sobrepeso, a menos que adotem e mantenham pautas mais saudáveis de nutrição e incorporem o hábito de fazer exercícios.

O que é a obesidade?

Alguns poucos quilos extras não implicam obesidade. No entanto, pode indicar uma tendência a ganhar peso com facilidade e a necessidade de mudanças na dieta e/ou exercício. Geralmente uma criança não é considerada obesa até o momento em que pesa, pelo menos, 10% a mais do que o peso recomendado para sua estatura e tipo físico. A obesidade comumente começa na infância entre as idades de 5 a 6 anos e durante a adolescência. Os estudos demonstram que uma criança que é obesa entre as idades de 10 a 13 anos tem 80% de chances de se converter em um adulto obeso.

O que causa a obesidade?

As causas da obesidade são complexas e incluem fatores genéticos, biológicos, do comportamento e culturais. Bsicamente a obesidade ocorre quando uma pessoa come mais calorias do que as que o corpo queima. Se um pai é obeso, há pelo menos 50% de probabilidade de que as crianças sejam também obesas. No entanto, quando ambos pais são obesos, os filhos têm 80% de probabilidade de ser obesos. Embora algumas desordens médicas possam causar a obesidade, menos de 1% de todos os casos de obesidade são causados por problemas físicos.

A obesidade nas crianças e adolescentes pode estar relacionada com:

* Hábitos alimentares inadequados;
* Comer muito ou perder a capacidade de deixar de comer;
* Falta de exercícios (exemplo: as crianças que passam todo o tempo deitadas no sofá);
* Antecedentes de obesidade na família;
* Enfermidades (endocrinológicas, neurológicas);
* Medicamentos (corticóides e alguns medicamentos psiquiátricos);
* Mudanças na vida que causem muito estresse (divórcio, mudanças, mortes, abusos);
* Problemas familiares ou com os pais;
* Baixa autoestima;
* Depressão ou outros problemas emocionais.

Quais são os riscos e complicações da obesidade?

Há muitos riscos e complicações devido à obesidade. As consequências físicas incluem:

* Aumento no risco de enfermidades do coração;
* Pressão Alta;
* Problemas respiratórios;
* Dificuldades para dormir:
* Diabetes

A obesidade nas crianças e adolescentes está também associada com o aumento do risco de problemas emocionais. Os adolescentes com problemas de peso tendem a apresentar uma baixa autoestima e tendem a ser menos populares com seus companheiros. A depressão, a ansiedade e o transtgorno obsessivo compulsivo também podem acontecer.

Como pode-se cuidar da obesidade?

As crianças necessitam uma avaliação médica por um pediatra ou médico da família para considerar a possibilidade de uma causa física. Na ausência de um problema físico, a única maneira de perder peso é reduzindo o número de calorias que se consome e aumentando o nível de atividades físicas da criança e adolescente.

A perda de peso duradoura só pode ocorrer quando há motivação própria. Já que a obesidade normalmente afeta a mais de um membro da família, estabelecer hábitos saudáveis de alimentação e fazer exercícios regulamente como uma atividade familiar pode melhorar as oportunidades de conseguir um controle de peso exitoso para a criança e o adolescente.

As formas de lidar da obesidade em crianças e adolescentes incluem:

* Começar um programa de controle de peso;
* Mudar os hábitos alimentares (comer devagar, desenvolver uma rotina);
* Planificar as comidas e fazer uma melhor seleção dos alimentos (comer menos alimentos gordurosos e evitar os alimentos de pouco valor nutritivo a exemplo de fast foods);
* Controlar as porções e consumir menos calorias;
* Aumentar a atividade física (especialmente o caminhar) e ter um padrão de vida mais ativo;
* Ficar atualizado sobre o que a criança come na escola;
* Comer em família em lugar de estar vendo televisão ou estar no computador;
* Não utilizar os alimentos como prêmio;
* Limitar os lanches entre as refeições.

A obesidade com frequência se transforma em uma questão para toda a vida. A razão pela qual a maioria dos adolescentes recuperam os quilos que perderam é que ao alcançar sua meta, eles regressam a seus hábitos antigos de comer e exercitár-se.

Um adolescente obeso portanto, tem que aprender a comer e a disfrutar dos alimentos saudáveis em quantidade moderada e exercitar-se regulamente para manter o peso desejado.

Os pais de uma criança obesa podem melhora a autoestima de seu filho enfatizando seus pontos fortes e qualidades positivas em vez de se enfocar no problema do peso.

Quando uma criança ou adolescente com obesidade também tem problemas emocionais, o especialista pode trabalhar com o médico da criança para desenvovler um plano de tratamento integral. Tal plano deve incluir uma meta de perda de peso, cuidado com a atividade física e dieta, modificação de comportamento.

*********************

Integral & Transpersonal Psychotherapy Center
Consultório Psicológico Online - Inglês, Espanhol e Português - 24 horas/7 dias na semana

2 Integralidades:

Carmem... a matéria de vocês sobre Mutismo Seletivo já está postada em nosso blog.
Reiteramos o nosso agradecimento pela brilhante participação de vocês.

Recebam o abraço carinhoso de toda a Turma do Espaço Aberto!

Olá blogueiro!
O número de pessoas com hipertensão no Brasil aumentou de 21,5%, em 2006, para 24,4%, em 2009. A hipertensão é uma doença silenciosa e ataca todas as faixas etárias. Por isso, junte-se à campanha de combate e controle da hipertensão do Ministério da Saúde. Você pode ajudar na conscientização da população por meio do material de campanha que disponibilizamos para download.
Caso se interesse, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br
Obrigado!
Ministério da Saúde

Post a Comment

Viver
v int viver [vi'ver]: existir, morar, continuar vivo
v t viver experimentar

Integral
adj m+f integral (integrais [ĩtə'grajʃ] pl) [ĩtə'gral] total, completo

Viver Integral é viver de forma plena e sana o único bem que possuímos em realidade, nossas vidas.

Este blog é dedicado a todos aqueles que necessitam de ajuda física, emocional, psicológica e nutricional para poder alcançar aquela que deve ser a nossa maior e melhor meta, que mais do que ser acrescentar anos a nossas vidas, deve ser a de acrescentar Vida a nossos anos para, a partir daí, viver integrada, plena, integralmente a Vida.

Sintam-se em casa. Comentem, concordem, discordem, dêem sua opinião. Somente assim poderemos melhorar e acrescentar algo a nossa existência.

Beijos, flores e muitos sorrisos para todos!

Adendo

Viver Integral é viver de forma plena e sana o único bem que possuímos em realidade, nossas vidas.

Este blog é 100% espiritualista, não importando religiões, doutrinas, seitas. O que prevalece neste espaço é o amor e a bondade que advém unicamente do respeito pelas diferenças.

Aqui respeita-se o ser humano, enquanto Ser e Humano, da mesma forma que são respeitadas todas as formas de vida com anima, sejam racionais ou não, traduzindo-se em uma forma de vida mais natural e centrada.

Os artigos de nutrição e alimentação seguirão os padrões vegetarianos sob suas mais diversas formas (embora sejamos crudivoros veganos) buscando-se respeitar também aos que ainda sentem a necessidade física de algum componente animal em sua dieta, a exemplo de laticinios.

Os conselhos de saúde aqui oferecidos são de caráter puramente amador, visto que são fruto de muita leitura e curiosidade tão somente, não refletindo em nenhum tipo de conceito científico ou não pretendendo, em absoluto, substituir qualquer tipo de aconselhamento médico. Na dúvida ou na necessidade, busque ajuda médica especializada.

Os aconselhamentos psicológicos estarão a cargo de Rafael Morales, psicoterapeuta com vários anos de treinamento e experiência profissional em Psicologia e Psicoterapia Transpessoal-Integral apoiando indivíduos, casais e famílias em diferentes Centros de Saúde Mental, Educacionais e de Apoio à Comunidade na América do Sul e nos Estados Unidos, tanto pessoalmente como online, através de Intrapsyc.

Sintam-se em casa. Comentem, concordem, discordem, dêem sua opinião. Somente assim poderemos melhorar e acrescentar algo a nossa existência.

Beijos, flores e muitos sorrisos para todos!

É Bom Saber!

Word of the Day

Article of the Day

This Day in History

Today's Birthday

In the News

Quote of the Day

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites